20 March 2017

Yvette van Boven Cannelés / Os cannelés da Yvette van Boven.


Canelés, Cannelés!
It can be writen or said either way but what matters it's how delicious they are, these pretty morsels of goodness!
Originally from Bordeaux in the South of France, these little cakes are a little delight and nothing else than baked custard.
Usually, they are baked in thick walled copper molds in a hot oven, the crust is dark brown but not burned and the inside is soft barely set. The filling is creamy and usually the batter calls for rum as one of the main ingredients.
You know me and my love for cannelés right? I'm totally unable to flick trough a book and read a recipe for cannelés and not make them as soon as I have an opportunity.
Here on the blog, you can find three recipes for cannelés.
This one, from Mimi Thorisson first book "A Kitchen in France", the first cannelés recipe I ever made, after buying my beautiful copper molds at E. Dehillerin, when I visited Paris for the second time in my life.
As I wrote here, the book chosen for this month's Rainydaybites Cook Book Club is the Yvette van Boven "Home Baked" cook book and guess what I found while flicking through it? Yes!! This recipe for cannelés..., and of course!!! Couldn't resist it!
Although the usual liqueur used is rum, this time I used coffee liqueur and they turned out so beautifully delicious that I had to share them with you.



ingredients (for 12 cannelés ):
500ml milk
1 vanilla bean, sliced open and seeds scraped out
50g butter, plus extra for greasing
250g sugar
125g plain flour
3 egg yolks
1 egg
50ml rum, or other (optional) - I used coffee liqueur
method:
In a saucepan, bring the milk, vanilla bean pod and seeds, and butter to a near boil. Let steep over very low heat, for about 30 minutes.
In a bowl, combine the sugar with the flour.
Pour the hot milk through a strainer into the flour and sugar mixture and whisk until all the lumps are gone.
Add the egg yolks, whole egg, and chosen liqueur, if using, and whisk well until you have a thin, smooth batter.
Pour it into a measuring cup or jug (this makes for easier pouring tomorrow and fits into your fridge more easily).
Let stand for 24 hours in the refrigerator. You really need to do this, otherwise, you can forget about your cannelés.
Preheat the oven to 220ºC.
Grease 12 cannelé molds with some melted butter and pour the batter until 5mm from the top.
Place the molds far apart on a baking sheet, to allow the hot air to circulate everywhere.
Bake the cannelés for 45 minutes or until dark brown.
Check them after about 30 minutes - how fast the baking goes depends very much on the material of the molds.
If the tops turn black, cover with aluminum foil.
Remove from the oven. Using oven mitts, turn the cannelés out onto a rack immediately, or you'll never get them out of the molds. Let cool.
__________________


Canelés, Cannelés!
Escrito ou dito de uma ou de outra forma, ambas possíveis, o importante é o quanto estes pequenos e lindos pedaços de mau caminho são deliciosos!
Originários da zona de Bordéus no Sul de França, estas maravilhas não são mais do que um simples custard no forno.
Normalmente, cozidos num forno super quente, em formas próprias e de cobre, o exterior apresenta-se bastante escuro e crocante, sem no entanto estar queimado, enaqunto o interior se mantem macio e cremoso.
Normalmente, os cannlés são feitos com rum, sendo este, um dos ingrdientes principais na sua composição.
Acho que vocês já perceberam que eu não consigo folhear um livro de receitas, ver uns cannelés e não os fazer de imediato certo?
Só aqui no blogue, já existem 3 receitas para cannelés, sendo esta que vos deixo hoje, a 4ª!
A primeira, receita da Mimi Thorisson e do seu primeiro livro, " A Kitchen in France", foi feita após a minha segunda visita a Paris e aquando da compra das minhas formas lindas de cobre (caras como tudo) no E. Dehillerin.
A segunda, uns cannelés de chocolate de uma revista da Donna Hay.
A terceira e preferida até hoje, receita da Rachel Khoo e do seu livro "Little French Kitchen".
Hoje, deixo-vos esta, da Yvette van Boven e do seu livro "Home Baked", o livro do mês de Março, escolhido pela Deborah, para o Rainydaybites Cook Book Club, do qual vos falei aqui e já partilhei várias receitas.
Sendo rum o álcool tradicional usado nas receitas de cannelés, desta vez eu resolvi usar licor de café e só vos digo!!! Que maravilha ficaram!!
Na verdade, podem usar o licor que quiserem. Eu até pensei em usar Limoncello, mas como tinha um resto de licor de café, foi o que decidi utilizar e que boa decisão esta minha!!
Ficaram tão maravilhosos, que decidi partilhar convosco a... 4ª receita de cannelés!



ingredientes (para 12 cannelés):
500ml leite gordo
1 vagem de baunilha, aberta ao meio longitudinalmente e sementes raspadas com a faca
50g manteiga + extra para as formas
250g açúcar refinado branco
125g farinha de trigo branca
3 gemas de ovo
1 ovo inteiro
50ml rum, ou outro licor a gosto (opcional) - eu usei licor de café
preparação:
Num tacho, colocar o leite, a manteiga, as sementes e a vagem da baunilha raspada.
Quando começar a levantar fervura, baixar o lume para o mínimo e deixar fervilhar por cerca de 30 minutos.
Numa taça, combinar a farinha com o açúcar.
Com um passador, coar o leite quente para cima da mistura da farinha e do açucar, mexendo bem, até a mistura ficar homogénea e cremosa.
Adicionar as gemas, o ovo inteiro e o licor escolhido (caso usem), e mexer muito bem, até obter uma mistura fina, cremosa e macia.
Colocar esta mistura num jarro medidor, para depois ser mais fácil encher as formas.
Tapar o jarro com película aderente e colocar o jarro no frigorífico por 24 horas.
Têm mesmo de deixar repousar a massa, senão, não obterão os resultados desejados.
Aquecer o forno a 220ºC.
Untar as formas de cannelé com manteiga derretida e enchê-las até quase 5mm do topo, com a mistura repousada.
Colocar as formas no forno, separadas umas das outras, para que o ar circule livremente, por cerca de 45 minutos, ou até estes estarem bem coradinhos.
Verificar após 30 minutos e caso o topo esteja a ficar muito escuro, tapar com papel de alumínio. O tempo de cozedura depende e muito, do material de que as formas é feito, ou seja, formas de cobre, terão tempos difetentes das de alumínio ou silicone.
Retirar as formas do forno e com a ajuda de luvas de protecção, desenformar os cannelés sobre uma grelha de arrefecimento, caso contrário, será impossível desenformar os mesmos.
Deixar arrefecer completamente sobre a gelha antes de servir.

Recipe / Receita: