4 May 2016

Donauwelle cake / Bolo "Ondas do Danúbio".


As you can read here, the challenge for the 4th edition of the Sweet World is to bake e Donawellen cake.
The Donauwellen cake (also called Danauwelle cake), translated "Danube waves cake", is a traditional cake that is very popular in Germany and Austria.
It's kind of a pound cake with sour cherries, buttercream, cocoa and chocolate. Layered alternating with vanilla and chocolate cake dough, sour cherries and vanilla cream and after the cake is baked and cooled off, a chocolate glaze is applied to the top of the cake and waves are made using a fork.
Apparently, when the cake is cut in squares, it looks a little like the waves of the Danube river from the side.
To tell you the truth, I was not very excited about this theme, as this is not my kind of cake at all.
Surprise, surprise, I have to be honest and the cake is really a delightful surprise.
The combination of flavours, specially when you take one forkful from top to bottom, getting all the layers in the same forkful, it's absolutely stunning and I loved it much more than I would like to...
I found lots of recipes online, but almost all of them uses, or packed cake mix, or packed pudding mix and as I don't like to use those kind of mixtures so, I opted for Patricia's recipe (adjusting some measurements according to my taste and experience) and its all homemade and from scratch.


ingredients for the cake:
3 large eggs
140g caster sugar
1 tsp vanilla paste
100ml vegetable oil
230g self raising flour
150ml whole milk + 1 tbsp extra
2 tsp cocoa powder
400g sour cherries, pitted, well drained if canned or bottled and tossed in flour (I only used about 180g of maraschino cherries, well drained in advanced and tossed in flour).
method:
Preheat the oven to 180ºC.
Grease a 21 x 21cm square tin with butter and line with baking paper (I used a silicone mould).
Combine the eggs, sugar and vanilla in a bowl and whisk until creamy and fluffy.
Add the vegetable oil and whisk until combined.
Fold in 1/3 the flour, alternating with 1/3 of the milk and finishing with the last 1/3 of the flour.
Mix everything together then put 1/3 of the batter aside and the remaining inside the prepared tin.
Mix the cocoa powder and 1 tbsp milk with the 1/3 of the reserved batter and combine everything together.
Spread the chocolate batter over the vanilla batter, being careful to not mix the two batters. Smooth the top.
Distribute the cherries all over and push them lightly into the batter.
Bake for 30 to 40 minutes or until a skewer inserted in the centre of the cake comes out clean.
Unmould the cake over a wire rack and allow to cool completely.
for the creme mousseline:
250ml whole milk
1tsp vanilla paste
1 egg + 1 egg yolk
100g caster sugar
55g cornflour
100g unsalted butter, softened, plus extra if necessary
method:
Heat the milk and vanilla in a saucepan until starting to boil.
Beat the egg, egg yolk and sugar for a few minutes until pale and slightly thickened.
Whisk in the cornflour. 
Whisk the milk into the egg mix. 
Put the whole lot back into the pan and cook over a low heat, stirring all the time until thick and boiling. 
Take the pan off the heat, transfer the mixture to a bowl and cover with cling film to prevent a skin from forming.
syrup:
3/4 cup water
2 tbsp dark rum
1 tbsp caster sugar
method:
Combine all the ingredients in a saucepan and boil until the liquid is syrupy. Set aside.
for the topping:
100g dark chocolate (70%)
50ml whole milk
2 tbsp unsalted butter
method:
Put all the ingredients in a saucepan over a low heat and whisk all the time, until the chocolate is almost completely melted.
Take the pan off the heat and keep whisking until the mixture is totally melted, smooth and glossy. Allow to cool.



to assemble the cake:
Put the cake back inside the tin.
Brush the top with the rum syrup.
Spread the creme mousseline all over the cake and smooth the top with a palette knife.
Gently spread the cooled chocolate mixture over the creme mousseline and create a wave effect with a fork.
Refrigerate until set or over night and when ready to serve, unmold the cake and slice it in squares.

__________________

Tal como podem ler aqui, para a 4ª edição do Sweet World, a Susana desafiou-nos a criar um Bolo Donauwelle.
De origem Alemã e Austríaca, o Donauwelle Cake, também chamado de Donauwellen Cake (e agora, por mim e pela Susana, baptizado de Donald ou Donaldinho), deve o seu nome ao rio Danúbio que atravessa ambos os Países e ás suas águas turbulentas.
Segundo li e, especialmente quando cortado em quadrados e visto de lado, o efeito do bolo assemelha-se ás ondas do Danúbio (não sei, pois nunca vi as ondas do Danúbio ao vivo...).
O bolo é composto por duas camadas de bolo, uma de baunilha e outra mais pequena de chocolate, cerejas amargas (no original), seguindo-se uma camada de creme mousseline (creme pasteleiro que depois de frio é batido com manteiga) e o todo, é depois coberto com uma camada de chocolate derretido à qual se dá um efeito ondulado com um garfo.
As várias pesquisas que fiz sobre o bolo acabaram por me baralhar ainda mais, pois há quem escreva que as cerejas não devem afundar, há quem escreva que é precisamente o afundar das cerejas que vai dar o efeito das tais ondas do Danúbio, enfim... fiquei sem saber qual a versão correcta...
O certo é que, as minhas cerejas, apesar de todas elas irem bem protegidas com coletes salva vidas (envoltas em farinha), não houve nenhuma que não tivesse afundado no Danúbio... acho que estavam gorditas demais, lol!
Tenho de confessar que não estava propriamente entusiasmada com este desafio, pois não sou, nem ninguém é cá em casa, muito (nada) adepto de cerejas em calda.
Sinceramente, pensei que era um bolo que ia fazer e que iria ter de distribuir pela vizinhança, ou iria andar cá por casa até ir uma parte para o lixo, o que me provocaria dores na alma..., mas não!!!
Surpreendentemente, eu amei, o marido também e as crianças, bom tenho de ser honesta, tiraram-lhe quase todas as cerejas mas o resto, comeram tudo e de bom grado.
Quando se tira uma garfada de alto a baixo, onde todas as camadas são saboreadas na mesma garfada, este bolo é, de facto, brutalmente bom. A sério! Como disse antes, surpreendeu-me e bem!
Então? Convenci-vos a fazer um Bolo Donauwelle?
Resta-me acrescentar que, depois de muitas pesquisas pela net, todas as receitas que encontrava, ou utilizavam misturas de bolo de pacote, ou misturas de pudim de pacote e eu como não gosto de misturas dessas, optei pela receita da nossa Pierre Hermé do Algarve, a Patricia, pois a receita dela é toda feita de raiz.
Ajustei alguns ingredientes, métodos e medidas, de acordo com o meu gosto pessoal e experiência, mas de resto, mais uma receita de sucesso.


ingredientes para o bolo:
3 ovos 
140g de açúcar refinado branco
1 colher chá de pasta ou extracto de baunilha 
100ml de óleo vegetal
150ml de leite gordo + 1 colher sopa
230g de farinha com fermento 
2 colheres chá de cacau em pó
400g de cereja em calda (eu usei cerejas marrasquino e só usei cerca de 180g)
preparação:
Escorrer as cerejas meia hora antes. Depois de bem escorridas, polvilhá-las com um pouco de farinha e envolver bem.
Untar uma forma quadrada com 21 x 21cm (ou 20 x 20cm) e forrar com papel vegetal. Eu usei uma forma de silicone porque depois é mais fácil desenformar o bolo final.
Bater os ovos com o açúcar e a baunilha durante 10 minutos, até obter um creme esbranquiçado e volumoso.
Juntar o óleo e bater até ficar integrado.
Por fim juntar o leite alternadamente com a farinha peneirada e envolver delicadamente, até ficar homogéneo.
Colocar 1/3 da massa numa taça, juntar o cacau e 1 colher de sopa de leite. Reservar. 
Deitar a massa branca na forma e alisar bem.
Por cima, espalhar com cuidado a massa de cacau de forma a cobrir a branca sem misturar as mesmas.
Espalhar as cerejas por cima e pressionar uma a uma ligeiramente. 
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 35 a 40 minutos, ou até o palito sair seco.
Desenformar e deixar arrefecer completamente sobre uma grelha.
ingredientes para a calda:
3/4 chávena (cup) de água
2 colheres sopa de rum escuro
1 colher sopa de açúcar refinado branco
preparação:
Colocar todos os ingredientes num tachinho ao lume e ferver até obter um xarope.
Reservar e deixar arrefecer.
ingredientes para o creme mousseline:
250ml de leite gordo
1 colher chá de pasta ou extracto de baunilha
100g de açúcar
1 ovo + 1 gema
55g de Maizena
100g de manteiga, à temperatura ambiente (eu precisei de mais 2 colheres sopa de manteiga para obter a consistência cremosa desejável).
preparação:
Colocar o leite e a baunilha num tacho e levar ao lume até levantar fervura.
Numa taça, bater o ovo, a gema e o açúcar.
Adicionar a Maizena e bater tudo muito bem, até obter uma mistura cremosa.
Juntar o leite quente em fio, mexendo vigorosamente.
Colocar a mistura de volta no tacho, levar ao lume e, sobre lume brando e mexendo sempre, cozinhar até a Maizena estar cozida, a mistura estar bem espessa e começar a ferver.
Transferir a mistura para uma taça e cobrir a sua superfície com película aderente. Deixar arrefecer completamente.
Depois de fria, colocar a mistura na taça da batedeira eléctrica e bater, juntando a manteiga, um bocadinho de cada vez, até obter um creme macio, leve e fofo.
ingredientes para a cobertura:
100g de chocolate negro de culinária (mínimo 70% cacau)
50ml de leite gordo
2 colheres sopa de manteiga
preparação:
Colocar todos os ingredientes num tacho e levar ao lume.
Sobre lume brando e mexendo sempre vigorosamente, cozinhar até o chocolate estar quase derretido.
Assim que o chocolate estiver quase todo derretido, retirar o tacho do lume e continuar a mexer sempre, até o chocolate derreter completamente e a mistura estar macia e brilhante. Reservar.
para finalizar e montar o bolo:
Colocar o bolo arrefecido de volta na forma.
Pincelar toda a sua superfície com o xarope de rum.
Cobrir o bolo com o creme mousseline, alisando bem a superfície com a ajuda de uma espátula.
Por cima deste, espalhar o chocolate derretido e arrefecido, alisar e depois passar com os dentes do garfo, por forma a criar o efeito ondulado.
Colocar a forma por umas horas no frigorifico, até as camadas estarem firmes, ou, de preferência, de um dia para o outro.
Na altura de servir, desenformar o bolo e cortar em quadrados.


Recipe / Receita: Coco e Baunilha.