21 April 2016

Creamy Orzo with asparagus / Orzo cremoso com espargos.


I know I'm repeating myself but, as I already wrote here, here and here, I truly adore Emilie's book. Cooking from Emilie Raffa "The Clever Cookbook" is always a huge pleasure.
The amount of flavour that you get from a handful of basic ingredients is unbelievable.
The combinations are amazing - ALWAYS - and when you think how effortless and easy the recipes are to prepare, considering the enormous pleasure that you get after, you really find yourself grabbing that book all the time to have a delicious dinner on the table in less than 30 minutes.
That's precisely what's happening to me since the day I got this gorgeous book and to prove what I'm writing, here is another delicious, very easy and flavourful meal.
ingredients (serves 4):
1 tbsp olive oil
115g diced pancetta
1 garlic clove, grated
250g orzo pasta
1l chicken stock (preferably homemade) + more if needed
455g of medium asparagus
1 tbsp unsalted butter
parmesan cheese, for grating
freshly ground black pepper
method:
Heat the oil in a saucepan over a medium low heat.
Add the pancetta and fry until lightly golden.
Add the orzo and garlic and stir for about 30 seconds.
Pour in the chicken stock and bring to the boil. Reduce the heat, cover the pan and simmer for about 15 minutes. Stir occasionally to prevent sticking.
Meanwhile, prepare the asparagus. Snap the woody ends at the base of each stalk and discard. Slice the asparagus on a diagonal about 1.3cm thick.
After 15 minutes, add the asparagus to the pan. Cook, uncovered, for about 3 to 5 minutes, or until the asparagus are tender.
If your pasta is to dry, add a bit more chicken stock. Different brands absorb liquid differently.
The texture of the orzo at this point, should be creamy and silky.
Stir in the butter and freshly grated parmesan cheese, season with freshly ground black pepper and serve in shallow bowls topped with extra (optional) grated cheese.

__________________

Eu sei, eu sei e pareço uma velha gagá a repetir-me mas como vos disse, aqui, aqui e aqui, adoro este livro!!
Sabem aqueles dias em que não apetece fazer nada elaborado? Pois é nesses dias que pego sempre no mesmo livro, este, da Emilie Raffa, o "The Clever Cookbook" e é lá que encontro - SEMPRE - algo de diferente, fácil e rápido de preparar, com poucos ingredientes ou ingredientes do dia a dia e em menos de 30 minutos tenho um jantar fabuloso em cima da mesa.
A sério, o sabor e aroma que se obtém a partir de combinações tão simples e de ingredientes tão básicos, é algo de absolutamente fenomenal. Até já me questionei onde é que esta rapariga teve imaginação para tanto, mas a resposta é simples, "costelas" italiana e francesa, pois claro.
Como todos sabemos, não há como os italianos para extrair sabor de simplicidade, assim como não há como os franceses para tornar algo simples num banquete e é o caso.
Devaneios à parte, vamos lá a mais uma sugestão fabulosa que, caso experimentem, ficarão tão felizes e satisfeitos como nós ficámos cá em casa depois desta refeição.


ingredientes (para 4 pessoas):
1 colher sopa de azeite
115g pancetta, em lardons
1 dente de alho, ralado
250g massa Orzo (usem pevide se não encontrarem)
1l caldo de galinha (de preferência caseiro) + extra (se necessário)
455g espargos verdes médios
1 colher sopa de manteiga sem sal
queijo parmesão, para ralar
pimenta preta, moída na altura


preparação:
Aquecer o azeite num tacho sobre lume médio a baixo.
Adicionar a pancetta e fritar até esta estar douradinha.
Adicionar o Orzo e o alho ralado e fritar, mexendo sempre, por cerca de 30 segundos.
Adicionar o caldo e deixar levantar fervura. Assim que levantar fervura, baixar o lume, tapar o tacho e cozinhar por cerca de 15 minutos, mexendo de vez em quando para que a massa não cole ao fundo do tacho.
Entretanto, preparar os espargos. Cortar o talo da base dos espargos e descartá-lo. Cortar os espargos na diagonal, em rodelas de cerca de 1.3cm.
Quando a massa tiver tido os 15 minutos de cozedura, destapar o tacho, adicionar os espargos e deixar cozer, sem a tampa, por 3 a 5 minutos, dependendo da grossura dos espargos utilizados.
Por esta altura, a masa deverá apresentar uma consistência cremosa e sedosa. Caso a massa absorva o caldo muito rapidamente, adicionar mais caldo a ferver. Marcas diferentes de massa, absorvem líquidos de formas diferentes e há que ter isso em atenção. Eu não necessitei de adicionar mais líquido, mas há que verificar e julgar por si próprio.
Adicionar a manteiga, o queijo parmesão ralado (a gosto) e pimenta preta moída na altura.
Em principio, não necessita de sal nenhum, pois o sal da pancetta e do parmesão, são suficientes, mas caso ache necessário, adicione. Fica ao critério de cada um. No meu caso, não adicionei nem uma pitada de sal.
Mexer tudo muito bem e servir a massa em tigelas ou taças baixas e, caso queira, polvilhada com mais queijo parmesão ralado.

Recipe / Receita: