21 January 2015

Queen's bundt cake / Bundt rainha.


As written here, the theme for the 16th Bundtmania edition is dried fruit.
Dried fruit is something that we all, normally have at home, specially after Christmas and this recipe is fabulous to use it.
Queen's cake is a modern version of the King's cake that was created for those that don't like candid fruit and it became very popular all over Portugal.
As I love Queen's cake, I was dying to try this Helena's recipe for a long time and when Mena and I decided the theme for this Bundtmania, I thought straightaway that it would be the recipe that I was going to use.
The original recipe is from Sabores de Canela, a fabulous and gorgeous blog, managed by a even more fabulous person!!
ingredients for the sweet dough:
70g caster sugar
zest from 1 orange (avoiding the white pith)
zest from 1 lemon (avoiding the white pith)
120g milk (lukewarm)
60g butter (softened)
3 large egg yolks
7g dried yeast
20g orange juice
30g Port wine
420g self raising flour
pinch of salt
to finish:
300g dried fruit (I used dried cranberries, dried apple, sultanas, hazelnuts and walnuts)
1 egg yolk, beaten, to glaze
method:
Add all the sweet dough ingredients into your bread machine, according to the manufacturers instructions.
Set your bread machine to basic dough cycle and when it finishes, turn out the dough onto a lightly floured surface and knock out the air.
Knead the dried fruits into the dough and shape it into a smooth ball.
Open a hole in the centre to give you a ring and put it inside a very well greased bundt cake tin.
Cover with clingfilm and leave in a warm place until doubled in size (around 1 hour).
Preheat the oven to 180ºC.
Brush the top of the cake with the egg yolk, avoiding it to drizzle down the sides and bake for 20 minutes, or until a skewer inserted in the middle comes out clean.
Be careful to not over bake the cake so it doesn't dry out.
When baked, turn it onto a wire rack and if you want to give it a shiny finish, brush all the cake with a sugar syrup.
To make the sugar syrup, simply boil 50g of water with 50g of caster sugar for 1 or 2 minutes and brush it all over the cake.
__________________


Quem segue ou lê este blogue, sabe que nunca fui de escrever muito no blogue. Para dizer a verdade, nem muito, nem pouco, quase nada...
Não porque não goste de o fazer, mas simplesmente porque, para mim (e permitam-se discordar), este é um blogue de receitas, de partilha das mesmas e de, quando muito, truques e dicas culinárias. 
Não sendo este blogue um diário ou um espaço de devaneios ou "lamechices" pessoais - pois esses tenho-os com a minha família e amigos, que são poucos, mas bons, leais e reais (não os 50.000 do FB - que também não tenho) - sempre optei por me focar no objectivo para o qual criei o blogue, ou seja e repito, a partilha de receitas.
Receitas boas, de confiança e que resultam, ou caso contrário nem sequer aqui estariam publicadas.
Bom, isto tudo para concluir que o post de hoje será um pouco diferente, ou seja, será um post que traz uma receita fabulosa, mas que também traz um desabafo e um devaneio.
Ultimamente, muito se tem falado e criticado blogues, suas gestoras (mesmo não as conhecendo minimamente) e a importância de os blogues terem ou não, fotografias bonitas (ou melhor LINDAS)...
Sou de opinião que SIM!!
Fotos lindas são importantíssimas e, falo por mim, os olhos são os primeiros a comer e se vir uma foto de um cozinhado toda manhosa, garanto que nem me dou ao trabalho de ler a receita e seus ingredientes, pois não me cativou de imediato e no entanto, pode até ser um grande manjar.
Fotos lindas são uma arte e são para quem percebe do assunto, o que não é o meu caso e garanto-vos que sempre morri de inveja das pessoas que têm blogues com fotos lindas e eu, zero à esquerda, nem nunca consegui tirá-las, nem sequer me interessei muito pelo assunto, pois pegava na máquina, punha no automático, disparava e desde que não ficasse tremida, para mim estava boa.
Ora essa postura mudou e comecei a dedicar-me ao estudo de fotografia e a tentar, cada vez mais, tirar fotografias lindas e com qualidade, pois a nível de cozinhados, sei o que faço e faço-o bem. Cozinhar é algo que sempre me interessou muito e sem falsas modéstias, posso dizer que sei o que estou a fazer, pois consigo ver logo, ao ler uma receita, se esta vai ou não resultar. De acordo com esta perspectiva, se puder aliar cozinhados e receitas boas a fotos lindas, pergunto eu: Porque não??
Cozinhar bem e poder aliar esse facto a fotos de dar água na boca é algo que sempre ambicionei e que quero conseguir fazer e se para isso tiver que fazer parte da "pandilha" dos blogues das fotos lindas, pois será para mim uma honra!!
Bom, mas devaneios à parte, deixo-vos então com esta receita maravilhosa, que vem do blogue Sabores de Canela, um blogue que dispensa apresentações e do qual já experimentei várias receitas de sucesso e que nunca desiludiram. Um blogue que tem fotos lindas de morrer e que é gerido por uma Senhora (e leia-se o S maiúsculo, pois é importante...).
Amiga do seu amigo, com carácter e íntegra, tive o privilégio de conhecer pessoalmente a Helena em Outubro passado, aquando da minha visita a Lisboa e tenho privado com ela desde então, o que, posso afirmar, tem sido uma honra e é à Helena que hoje venho aqui agradecer publicamente, pois tem tido uma paciência de Santa para me aturar e aconselhar, desde conselhos na compra de material específico para fotografar com mais qualidade, como nas dicas e ajuda preciosa que me tem dado no sentido de melhorar as minhas fotos e se um dia eu conseguir atingir um patamar de qualidade de fotografias aceitável, à Helena o agradecerei sempre, pois tem sido a minha impulsionadora nesse sentido.
Muito obrigada por tudo Helena. Por me teres incutido o bichinho da fotografia que, neste momento, passou de interesse a obsessão e por seres essa pessoa magnífica que és!!
Caso estejam interessados na receita deste delicioso bolo rainha, podem lê-la aqui, no Sabores de Canela e recriá-la nas vossas cozinhas.
As únicas alterações que fiz à receita da Helena foram o ter cozido o bolo numa forma de bundt e de o ter pincelado depois de cozido e ainda morno, com xarope de açúcar, a fim de lhe dar brilho.

Nota: O xarope de açúcar faz-se fervendo iguais quantidades de água e açúcar e pode ser aromatizado com sumo de citrinos, especiarias ou baunilha.

Com este bundt rainha participo em mais uma edição do Bundtmania cujo tema é, como sabem, frutos secos!

Recipe / Receita: Sabores de Canela.