12 April 2017

Pistachio Pavlova Wreath with Raspberries, Lychees and Lime / Coroa de Pavlova com Pistachios, Framboesas, Lichias e Lima.


You know I'm a "Pavlova Queen" right?
Not just I love making Pavlovas, they're also my absolute favourite dessert in the world.
Under the "Pavlova" label, you can already find 10 pavlova recipes here on the blog and although I loved every and each one of them, I have to tell you that this one, that I'm leaving you today, is the BEST PAVLOVA EVER!!! Absolutely divine!
The recipe is from Lorraine Pascale amazing new books "Bake" and as you might remember, I already made these delicious millefeuilles from it.

ingredients (serves 10 to 12):
for the meringue:
5 egg whites
250g caster sugar
50g icing sugar
2 tsp cornflour
method:
Preheat the oven to 140ºC and make sure the shelf in the middle of the oven is at the ready.
Put the egg whites into the bowl of a stand mixer and whisk the eggs on medium speed, until they just begin to go frothy and hold their shape a little in the bowl.
Put the sugars together in one bowl, stirring to combine.
With the speed on medium high, add about 1/3 of the sugar mixture in a steady stream, whisking all the time.
Make sure all the sugar crystals are dissolved, before adding the next batch. Add the next third and repeat the process again, whisking it all up really well.
Add the final third of the sugar and whisk on high until the meringue forms stiff peaks.
Add the cornflour and fold in with a metal spoon or spatula.
Draw a 25cm circle on a piece of baking paper. Draw a 10cm circle in the centre to create a nice even ring shape that can act as a stencil for your wreath.
Flip the parchment over. Put four blobs of the meringue mixture onto a baking sheet and then place your wreath stencil on top.
Use the spatula to place large dollops of the meringue onto the ring, making sure to keep it within the edges of the stencil. Make sure the dollops are the same height. Run a spoon around the top to smooth it out.
Put the pavlova into the oven and bake for around 55 minutes to 1 hour. The meringue will get a little colour on it but not too much.
Once it's baked, remove from the oven and leave to cool.
for the raspberry sauce:
200g raspberries
2 tbsp icing sugar
3/4 tbsp lime juice
pinch of lime zest
1 tsp arrowroot or cornflour
1 tbsp water
method:
Blitz the raspberries in a food processor with the icing sugar, lime juice and zest, and then using a spatula, scrape the raspberry mixture into a small pan.
If you don't want the raspberry seeds in it, you can use a fine sieve to remove them.
Mix the arrowroot or cornflour with the water, making sure there are no lumps and then add this to the raspberry mixture and stir together.
Arrowroot will give you a crystal clear sauce and cornflour will just be a little cloudier.
Bring the mixture to the boil over medium high heat and the as soon as it is boiling, turn down the heat and simmer gently for a few minutes, until it has thickened, stirring occasionally. Then remove from the heat and set aside to cool.
to decorate:
400ml crème Chantilly (double cream whipped with 2 tbsp icing sugar and 1 tsp vanilla extract or paste).
75g raw unsalted pistachio nuts, lightly toasted
200g raspberries
100g tinned lychees, well drained and cut in half
finely grated zest of 2 limes
to finish:
Carefully slide the Pavlova onto a large flat serving plate.
Place dollops of the crème Chantilly around the top of the wreath. Drizzle over some of the raspberry sauce (I served it apart in a bowl).
Decorate the Pavlova with the raspberries, lychees and pistachios and then scatter over the lime zest and serve.
__________________


Desde que comecei a fazer e comer Pavlovas que, sinceramente, não há festa ou acontecimento importante em que não esteja presente uma Pavlova.
Apesar das dificuldades que muita gente sente em obter Pavlovas perfeitas, acho que a minha paixão por este doce é tão grande, que não há pavlova que não me saia bem e, flasas modéstias à parte, sempre lindas!
Só aqui no blogue, podem encontrar 10 receitas para pavlovas, excluindo esta que hoje vos deixo.
Não é à toa que fui alcunhada de "Pavlova Queen", título que, honestamente e mais uma vez sem falsas modéstias, acho que me assenta que nem uma "luva"!
Não só adoro comê-las como adoro fazê-las. Aliás, a par com o crème brûlée, são as sobremesas que mais prazer me dão fazer.
Esta que hoje vos deixo, de todas as que já fiz e comi, é, sem sombra de dúvida, a MELHOR DE TODAS!!!
Absolutamente divina em todos os aspectos.
Caso não acreditem, experimentem e digam-me se tenho ou não tenho razão.
A receita é do livro novo e lindo da Lorraine Pascale, o Bake, livro do qual também sairam estes magníficos mil folhas.
Aqui fica a receita, caso queiram impressionar os vossos convidados com esta fabulosa sobremesa, no almoço de Domingo de Páscoa.


ingredientes (para 10 a 12 fatias):
para o meringue:
5 claras de ovo (eu usei ovos L)
250g açúcar refinado branco
50g açúcar em pó
2 colheres chá de Maizena
preparação:
Aquecer o forno a 140ºC (sem ventoinha) e verificar que a grelha está posicionada na prateleira central do forno.
Colocar as claras na taça da batedeira eléctrica equipada com o balão.
Bater as claras em velocidade média, até estas começarem a ficar esbranquiçadas e fofas.
Numa taça, combinar os dois tipos de açúcar e misturá-los muito bem.
Continuando a bater em velocidade média a alta, adicionar 1/3 dos açúcares às claras e bater muito bem, confirmando que todos os cristais de açúcar estão bem dissolvidos, antes de adicionar o segundo terço do açúcar.
Adicionar o segundo terço dos açúcares e bater muito bem, seguindo as instruções anteriores.
Adicionar o último terço dos açúcares e bater em velocidade elevada, até o suspiro atingir picos firmes.
Adicionar a Maizena e envolvê-la muito  bem nas claras, com a ajuda de uma colher de metal ou espátula de silicone.
Entretanto, desenhar um círculo de 25cm de diâmetro sobre uma folha de papel vegetal.
Desenhar um círculo interno de 10cm de diâmetro, por forma a obterem o efeito de coroa.
Virar o papel ao contrário, para que o lápis ou caneta, não fique em contacto com o suspiro.
Com a espátula, colocar quatro bolinhas de suspiro, uma em cada extremidade do tabuleiro. Colocar o papel vegetal no tabuleiro, servindo as bolinhas de suspiro como cola, para que o papel não deslize.
Com a espátula ou uma colher grande, colocar colheradas do suspiro dentro da área entre o círculo grande desenhado e o pequeno, tendo o cuidadode que as colheradas sejam todas, mais ou menos do mesmo tamanho e altura, por forma a preencher o círculo na totalidade.
Passar as costas da colher sobre a superfície do suspiro, por forma a que o topo fique liso e dreito.
Colocar o tabuleiro no forno e cozer o suspiro por cerca de 55 minutos a 1 hora. O suspiro deverá ficar muito ligeiramente corado, mas firme ao toque.
Quando cozido, retirar do forno e deixar arrefecer completamente.
para o molho de framboesas:
200g framboesas frescas
2 colheres sopa de açúcar em pó
3/4 colher sopa de sumo de lima
uma pitada de raspa de lima
1 colher chá de farinha de araruta ou Maizena
1 colher sopa de água
preparação:
Colocar as framboesas, o açúcar em pó, o sumo e raspa da lima, no copo do robot de cozinha e processar, até obter um puré macio.
Transferir o puré para um tachinho mas antes, caso não queiram as sementes das framboesas no molho, passar a mistura por um coador, a fim de eliminar as sementes.
Numa tacinha à parte, misturar a farinha de araruta ou a Maizena, com a água e mexer bem, até obter uma pasta macia. A araruta vai-vos dar um  molho mais luminoso e claro, enquanto a Maizena tornará o molho menos brilhante e mais opaco. Eu usei araruta porque tenho em casa, caso contrário, não teria ido comprar só por causa deste molho.
Adicionar esta mistura à mistura das framboesas e aquecer sobre lume alto.
Quando a mistura levantar fervura, baixar o lume para o mínimo e cozinhar o molho por uns minutos, mexendo de vez em quando, até este espessar.
Retirar o molho do lume e deixar arrefecer completamente.
para decorar:
400ml Chantilly (natas para bater frias, batidas com 2 colheres sopa de açúcar em pó e 1 colher chá de extracto ou pasta de baunilha).
75g pistachios, sem sal e ligeiramente tostados
200g framboesas
100g lichias em calda (enlatadas), muito bem escorridas e cortadas ao meio
raspa de 2 limas
para montar a Pavlova:
Com muito cuidado, colocar a Pavlova sobre um prato de serviço.
Colocar colheradas do Chantilly sobre toda a superfície da Pavlova.
Regar com um pouco do molho de framboesas (eu nã reguei e servi o molho à parte).
Decorar com as framboesas, as lichias e os pistachios. Polvilhar com a raspa das limas e servir.

Recipe /Receita: